A cidade de Quissamã, na região do Norte Fluminense, também participa do Projeto Niterói Além da Ponte, com a apresentação de dois espetáculos na Praça da Matriz. Na sexta-feira, 14, às 13h, a Lobianco Produções apresenta o espetáculo infantil "Era uma vez ... Cantos e Cantigas", que conta a história de três velhinhos muito divertidos e atrapalhados. No sábado, 15 de junho, às 18h, a cantora e compositora Keylla Fogaça, que em 2013 assumiu a quarta voz do Quarteto em Cy, indicada pela própria Cybele Freire para substituí-la, apresenta um repertório que perpassa por trilhas sonoras dos filmes nacionais da década de setenta. 

Um dos raros municípios brasileiros cujo nome têm origem africana - uma região de Angola, Quissamã era dominada pelos índios Goytacazes na época do Descobrimento do Brasil. No primórdio da colonização portuguesa, suas terras fizeram parte da Capitania de São Tomé, mas a região de Quissamã não foi ocupada pelos portugueses. Abandonada, 7 capitães portugueses solicitaram as terras da região como pagamento pelos serviços militares por eles prestados nos combates contra os piratas franceses que infestavam o norte do Rio de Janeiro e nas guerras com os holandeses. 

O governador da capitania do Rio de Janeiro, Martim Correa de Sá, então concedeu-lhes, 1627, uma sesmaria que se estendia do rio Macaé e até o cabo de São Tomé e que incluía o território atual de Quissamã. Os índios Goytacazes da região foram atacados em 1630 pelos índios tupinambás cristianizados da Aldeia de São Pedro e, em seguida, dizimados por expedições militares de portugueses do Espírito Santo (estado). A região ficou praticamente vazia, o que facilitou sua colonização posterior.

Desmembrada de Campos dos Goytacazes em 1988, Quissamã possui um dos maiores patrimônios históricos e culturais do Estado do Rio de Janeiro, especificamente relacionado com o desenvolvimento e apogeu da produção do açúcar no norte fluminense. Destacam-se várias construções bem preservadas e abertas à visitação como a Casa da Fazenda Mato de Pipa de 1777 (a mais antiga casa de senhor de engenho do norte fluminense) e a Casa da Fazenda Quissamã de 1826 (que pertenceu aos viscondes de Araruama e de Quissamã e, atualmente, é um museu). Existem vários outros solares do século XIX bem preservados como os das fazendas São Manoel, Santa Francisca, Melo, Floresta, entre outros.

Outras construções de importância história estão abandonadas, como a Casa da Fazenda Mandiqüera e o Engenho Central de Quissamã (o primeiro da América Latina). Há ainda ruínas imponentes como a Casa da Fazenda Machadinha, que pertenceu a um neto do duque de Caxias, cujas senzalas estão ainda habitadas por pessoas que preservaram uma culinária típica e o canto e dança do "fado de Quissamã", uma forma de jongo. 

SERVIÇO

Niterói Além da Ponte

Era uma vez ... Cantos e Cantigas
Data: 14 de junho, sexta-feira
Horário: 13h

Keylla Fogaça
Data: 15 de junho, sábado
Horário: 18h

Local: Praça Matriz - Quissamã
ENTRADA GRATUITA

Artista: Era uma vez... Cantos e Cantigas  -  Categoria: Espetáculos

PRAÇA MATRIZ- QUISSAMÃ

Artista: Keylla Fogaça  -  Categoria: Espetáculos

PRAÇA MATRIZ- QUISSAMÃ